• SEMINÁRIO
    ID2164


    DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO SETOR AEROPORTUÁRIO BRASILEIRO: PANORAMA ATUAL E FUTURO - PLATAFORMA AIRPORT INFRA EXPO
  • PLENÁRIA – PERÍODO DA MANHÃ


    CENÁRIO AEROPORTUÁRIO BRASILEIRO – ABERTURA
    É avaliado que a cadeia econômica liderada pela aviação contribua em 1,3% do PIB brasileiro e apesar do desaceleramento econômico que aconteceu no último ano, o número de pessoas transportadas em trajetos domésticos entre janeiro e agosto de 2015 ultrapassou 64 milhões, um crescimento de 3% em relação a 2014. Já uma estimativa da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) indica que o volume de passageiros transportados em 2020 será mais que o dobro do registrado em 2012.

    As empresas aéreas brasileiras e estrangeiras transportaram quase 120 milhões de passageiros em 2014, também levando anualmente no Brasil e para o exterior, mais de 1,3 toneladas de carga. O número de empregos gerados pelo setor também é substancial: é estimado que, os empregos diretos, indiretos e induzidos chegam 1,6 milhões.

    Nos últimos anos, seis aeroportos foram concedidos para a iniciativa privada e as primeiras concessões somaram, só no ano de 2013 e 2014, R$ 6,85 bilhões de investimentos. Mais quatro aeroportos serão cedidos em 2016 e a estimativa do governo é que eles recebam, no total, R$ 8,5 bilhões em investimentos.

    Quais são os caminhos para o que o desenvolvimento sustentável do setor continue ativo nos próximos anos?
  • 9:15 - 10:30
    Cerimônia de Abertura: Impacto do desaceleramento econômico no setor e medidas para superação dos desafiosCarlos Ebner,Diretor na IATA - Associação Internacional de Transportes Aéreos
    Airton Pereira, Diretor de Relações Institucional da ABEAR - Associação Brasileira das Empresas Aéreas
    Guilherme Mora Ramalho,Secretário Executivo na SAC - Secretaria de Aviação Civil
    Gustavo do Vale, Presidente da Infraero
    Jorge de Moraes Jardim Filho , Presidente da ANEAA - Associação Nacional das Empresas Administradoras de Aeroportos *
    Juliano Noman, Diretor-Presidente da ANAC - Agência Nacional de Aviação Civil*
    Paula Faria, Diretora Executiva da Sator
    Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de Aquino, Diretor Geral do DECEA - Departamento de Controle do Espaço Aéreo

    *A confirmar.
  • 10:30 - 11:00
    Coffee Break
  • 11:00 - 11:05
    Pronunciamento HoneywellEnrique Garcia Muniz, Business Executive na Honeywell
  • 11:05 - 12:30
    Painel 2: Análise das concessões e novas tendênciasConsiderações:
    - O impacto econômico e turístico para as cidades dos aeroportos concessionados
    - O impacto da escolha da cidade como hub da LATAM e parte das novas concessões trará para o Nordeste
    - Panorama regulatório das novas concessões: o que mudou?
    - Como as operadoras internacionais contribuem para que os aeroportos concessionados atinjam o objetivo de ter ao menos um aeroporto brasileiro entre os melhores do mundo até 2021
    - GRU Airport: antes e depois da concessão
    Augusto de Macedo Santos, Diretor Regional América Latina & Caribe na Rockwell Collins
    Clarissa Barros, Superintendente de Regulação Econômica de Aeroportos da ANAC
    Rogério Coimbra, Secretário de Políticas Regulatórias na Secretaria de Aviação Civil
    Comandante Miguel Dau, Diretor de Operações do GRU Airport

    Moderador: Maurício Boudakian Moysés, Sócio na Moysés & Pires Sociedade de Advogados

  • PERÍODO DA TARDE

  • 14:00 - 15:00
    POP UP OLIMPÍADASConsiderações:
    - Planejamento para as Olimpíadas: investimentos realizados e resultados esperados
    - Os desafios para os Jogos Olímpicos e seu legado para o setor
    - Novas tecnologias
    Cel Aviador Elvio Carlos Dutra, Chefe da Divisão de Operações na CINDACTA I
    Danilo Dias, CEO da Smiths Detection
    Francisco Lyra, Presidente da C-Fly Aviation
    Mariana Sitta, Gerente de Planejamento Estratégico do Riogaleão
    Marcelo Lima, Gerente de Operações da ANAC

    Moderador: Paulo Henrique Possas, Diretor do Departamento de Gestão Aeroportuária SAC

  • 15:00 - 16:30
    Painel 3: Integração do planejamento da malha aérea brasileira com o desenvolvimento dos aeroportos Considerações:
    - A importância da retomada do Plano de Investimentos em Aviação Regional
    - Ações para modernização dos aeroportos administrados pela Infraero: perspectiva para os próximos anos
    - Transferência de aeroportos a Estados e Municípios: prós e contras
    Bruno Pereira,Sócio-fundador da Radar PPP
    Elbson Quadros,Vice Presidente de Vendas na SITA
    Fabio Rabbani,Superintendente de Infraestrutura Aeroportuária da ANAC
    Rafael José Botelho Faria , Secretário Substituto da Secretaria de Navegação Aérea Civil - SAC
    Marçal Goulart,Diretor de Gestão Operacional e Navegação Aérea da Infraero

    Moderador: Thomaz Eduardo Barbosa Assumpção,Presidente - Urban Systems

  • 16:30 - 17:00
    Coffee Break
  • 17:00 - 18:00
    POP UP CARGAConsiderações:
    - Carga Aérea: Panorama atual e perspectivas
    Adalberto Febeliano, Presidente da Modern Logistics
    Jorge Lobarinhas, Diretor Comercial do Aeroporto de Viracopos
    Marcus Santarém, Diretor de Cargas na GRU Airport*

    Moderador: Guilherme Afonso: Coordenador Geral de Gestão Aeroportuária da SAC

    * A confirmar.
  • 18:00 - 18:30
    Painel de Encerramento: Medidas propostas para aproximação do cenário ideal do desenvolvimento sustentável do setor
  • WORKSHOP
    ID4548
  • AIRSIDE OPERATIONS MANAGEMENT WORKSHOP
    PLATAFORMA AIRPORT INFRA EXPO E SAAB GROUP


    Durante a última década, o transporte aéreo Brasileiro cresceu 3,5 vezes acima do PIB. Entretanto o Brasil ocupa a posição 131 no mundo, com relação à qualidade da infraestrutura aeroportuária. Tradicionalmente, o serviço de Vigilância de Superfície era oferecido como extensão do serviço de controle de tráfego aéreo, dentro de uma perspectiva de prestação de serviço, por diferentes órgãos da administração pública – planejamento de longo prazo, sujeito a orçamento sistematicamente contingenciado e foco principal na segurança das operações, pautado por requerimentos regulatórios -  Segurança, sem prejuízo da eficiência!

    O processo de privatizações veio proporcionar a criação de Concessionárias Aeroportuárias privadas, operadas sob a perspectiva de negócio, dentro de um ambiente extremamente competitivo com tomadas de decisão orientadas ao aumento da eficiência, como forma de aumento da lucratividade - Eficiência, sem prejuízo da Segurança!

    Dentro deste novo cenário, a Vigilância de Superfície deve ser compreendida como elo principal entre as operações aéreas e aeroportuárias, cujo nível de eficiência tem impacto direto no resultado financeiro da Concessionária, das Empresas Aéreas e dos demais stakeholders operando no ambiente aeroportuário. Indo mais além, é relevante questionarmos a eficiência do modelo atual de gestão do pátio de aeronaves, nos grandes aeroportos Brasileiros, em que a alocação de posição das aeronaves está a cargo de uma entidade – o Operador Aeroportuário, enquanto a movimentação das aeronaves no pátio é acompanhada por outra – a posição “Solo” na Torre de Controle.

    Aproxima-se uma mudança de paradigma que, sendo a pedra fundamental da cultura A-CDM (Airport Collaborative Decision Making), aponta na direção de uma novo modelo de atuação de todas as entidades envolvidas na atividade aeroportuária, em que consciência situacional permanente torna-se requerimento essencial!

    APRON CONTROL CENTER ASSESSMENT
  • 10:00 - 10:10
    Boas Vindas da SAABSérgio Martins, Diretor da SAAB Group

  • 10:10 - 10:30
    Perspectiva do DECEA Cel Aviador Elvio Carlos Dutra, Chefe da Divisão de Operações na CINDACTA I
  • 10:30 - 11:00
    Coffee break
  • 11:00 - 11:20
    Perspectiva da ANACAlberto Gonçalves de Pinho, Superintendente de Infraestrutura Aeroportuária na ANAC

  • 11:20 - 11:40
    RIOgaleão - Iniciativa pioneiraPaulo Barcellos, Gestor de Apron Control no RIOgaleão

  • 11:40 - 12:00
    Experiência em Controle de Pátio (Palestrante internacional)Andreas Montag, Project Manager at Frankfurt Airport Services Worldwide

  • 12:00 - 12:30
    Painel de debates
  • AIRSIDE SITUATION AWARENESS TECHNOLOGIES

  • 14:00 - 14:20
    Apresentação da SAABSérgio Martins, Diretor da SAAB Group

  • 14:20 - 14:40
    Apresentação da SafegateNiclas Svedberg, Gerente de Desenvolvimento de Negócios na Safegate

  • 14:40 - 15:00
    Apresentação da SaipherLuiz Moreira, ATC/ATM Product Director - Saipher

  • 15:00 - 15:30
    Posicionamento da Infraero ServiçosAndreas Montag, Gestor de Projetos em Frankfurt Airport Services Worldwide
    Jonas Maurício Lopes , Superintendente de projetos, custos e procedimentos de Engenharia na Infraero


  • 15:30 - 16:00
    Painel de debates